QUE COACH SOU EU?
(COACHING: O BINÔMIO PRODUTO/PROCESSO E CONHECIMENTO/METODOLOGIA)

Sérgio W. Hillesheim
Consultor do MVC

Você, certamente, já se deu conta do ambiente de intensa competitividade que as organizações vêm enfrentando nos últimos anos, e seguramente continuarão a experimentar.

Você já teve oportunidade de constatar que a velocidade com que as coisas acontecem, forçando a empresa a acelerar processos decisórios e a implantação de soluções, cria risco implícito de não se obter os resultados esperados e necessários a tempo e a hora, e que o processo de formação, treinamento e desenvolvimento, normalmente utilizado, demanda mais tempo para produzir resultados.

É por isso que muitas empresas vêm utilizando cada vez mais o COACHING, e exigindo de seus executivos que desempenhem o papel adicional de COACH, apoiando, assim, os executivos-chave nos processos de mudanças comportamentais, atualização técnica e gerencial, mudança de cultura, racionalizações

Para saber como você está neste novo papel, experimente fazer o teste a seguir.

Assinale a alternativa que melhor descreve seu comportamento normal com relação a cada uma das proposições apresentadas.

Responda de acordo com o que você tem tido condições de fazer em seu trabalho atual, e não na situação ideal ou naquela que você gostaria de poder fazer.

Caso você não tenha tido, ainda, oportunidade de exercer seu papel de coach, responda as questões abaixo como líder ou como chefe, ou simplesmente reflita sobre elas.  
Fonte: Mariane Minor
Adaptação: Sérgio W. Hillesheim


EU…

Raramente

Ocasional-
mente

Freqüente-
mente

1. Invisto nos pontos fortes de meus subordinados.

     

2. Dou visibilidade aos meus subordinados.

     

3. Dou liberdade no desempenho de suas funções.

     

4. Estabeleço padrões de excelência.

     

5. Oriento meus subordinados para os valores e a estratégia de negócios da empresa.

     

6. Dou responsabilidade aos meus subordinados.

     

7. Protejo meus subordinados contra o estresse desnecessário.

     

8. Incentivo meus subordinados quando estão desestimulados.

     

9. Dou informações sobre a empresa e o papel dos subordinados na realização das metas da empresa.

     

10. Defino e esclareço as expectativas de desempenho.

     

11.  Arranjo tempo para criar e reforçar confiança.

     

 12.  Ofereço treinamento adequado e apoio quando necessário.

     
13.  Solicito e ouço idéias.

   
14.  Vejo meus subordinados como parceiros e fundamentais para o sucesso de minha área/empresa.

   
15.  Dou exemplo (sirvo como modelo).      
16.  Não permito que meus subordinados desistam com facilidade.      
17.  Não revelo confidências que me são confiadas.      

18.  Explico as razões para as decisões e os procedimentos .

     
19.  Aviso às mudanças com antecedência.      
20.  Dou aos meus subordinados feedbacks regular sobre seu desempenho.      
21.  Dou crédito aos meus subordinados quando eles o merecem.      
22.  Incentivo meus subordinados Quando estão prestes a se engajar em missões novas ou difíceis      
23.  Defino prioridades com eles e para eles.      
24. Incentivo meus subordinados a assumirem riscos.      
25. Levo em consideração os interesses, as habilidades e os valores do empregado ao delegar tarefas.      
TOTAL
     
TOTAL GERAL
     


AVALIAÇÃO DE RESULTADOS:

Para Tabular suas respostas:
Multiplique por 3 o número de respostas            Freqüentemente
Multiplique por 2 o número de respostas             Ocasionalmente
Multiplique por 1 o número de respostas             Raramente

Some os e totais e verifique seu posicionamento na folha de interpretação:

DE 65 A 75 PONTOS = EXCELENTE

Você reúne nível de competências suficiente para um bom coach e as pratica.

DE 55 A 64 PONTOS =  BOM
Você reúne várias competências necessárias a um bom coach, mas precisa agregar outras e/ou praticá-las.

DE 45 A 54 PONTOS = ACEITÁVEL
Você pode melhorar sua bagagem de competências necessárias para tornar-se um bom coach. Nunca deixe de praticar as que você já possui.

ABAIXO DE 44 PONTOS = PRECISA MELHORAR
Você pode, e certamente irá, desenvolver as competências necessárias para tornar-se um bom coach e praticá-las.

Instituto MVC

Esta página é parte integrante do portal www.guiarh.com.br .