E por falar em energia.....

... por que não falar da "nossa energia" que impulsiona o nosso fazer, que impulsiona o nosso ser?

... por que não falar do quanto a desperdiçamos, do quanto não a priorizamos, do quanto não a transformamos em energia produtiva ?

.... por que não falar do quanto nos deixamos levar pela energia "improdutiva" de outras pessoas, do quanto nos deixamos ser "sugados de canudinho" por este tipo de energia ?

.... por que não falar na consequência de tudo isto na nossa vida e na das Organizações.

Quanto desta nossa energia vai para o "ralo" com:

Reuniões improdutivas...
Relações mal resolvidas...
Definições pouco claras...
Procedimentos não definidos...
Falta de Planejamento e Re trabalho...
Conflitos de Poder ....
e de tantas outras conhecidas formas....

Quanta desta energia se transforma em ansiedade provocada pela não produtividade e que lentamente corroi os nossos órgãos , os nossos sentidos, o nosso bem estar....

Quanto disto tudo leva o nome de estresse?

E quanto estamos fazendo para preservarmos o nosso organismo do terrível apagão que é a depressão? Uma verdadeira falta de luz no fim do túnel . Um mal que se instala lentamente dentro das pessoas e de difícil reversão.

Vamos acender os nossos holofotes internos e manter uma luta permanente para preservar a nossa energia interna?

O que podemos fazer para isto: definir nossas metas? Alinhar nossos valores? Investir nas relações e na resolução de conflitos? Investir no auto conhecimento e no auto desenvolvimento?

Que outras ações poderemos estar tomando? Reflita e complemente este texto enviando sugestões .

Elisa Sangiovanni

Psicóloga- gerente de Recursos Humanos da Rede Bahia sangiovanni@redebahia.com.br